Blog compatível com Smartfones e Tablets em geral.
Redes Sociais: Facebook , Linkedin, Twitter
Visite e compartilhe e só um click, desde já muito obrigado.

Oportunidade unica.

27 de maio de 2012

A importância da linguagem corporal.



 Poucas pessoas sabem o quanto é importante conhecer e saber usar adequadamente a linguagem corporal no trabalho. A entonação correta de voz, gestos equilibrados, bem como manter a distância ideal da outra pessoa são movimentos fundamentais para o bom desempenho profissional. E ainda é preciso evitar as gafes corporais, que podem comprometer uma trajetória na empresa. “O corpo diz muita coisa, por isso é sempre bom estar atento a cada gesto. Às vezes, uma atitude mal pensada pode trazer, como consequência, a demissão”, assegura a consultora de Recursos Humanos da Downtown do Rio de Janeiro, Ingrid Lima.

Os estudiosos Allan e Barbara Pease descobriram em suas pesquisas que 93% da comunicação humana é feita por meio de expressões faciais e movimentos do corpo. Portanto, é um dos fatores mais importantes nas mensagens. “Embora a sociedade atual privilegie a linguagem mental muito mais do que a linguagem corporal, é por intermédio do gestual que o ouvinte recebe a maior parte da mensagem”, explica a consultora organizacional especializada em Integração e Motivação, da LuHn Movimentos Diferenciados, Lana Barbieri.

A comunicação corporal, na maioria das vezes, é a forma mais sincera de comunicar sentimentos e perceber como alguém está no momento. Muitas vezes, pode não ser perceptível, mas um simples gesto de cruzar os braços ou aumentar o tom da voz é captado por quem ouve muito mais do que se pensa. Por isso, não adianta camuflar sentimentos. Afinal, é a linguagem não verbal do dia-a-dia que traz à tona todas as emoções. “O corpo expressa toda a alegria, raiva e o desapontamento que estamos sentindo no momento. A linguagem corporal é o espelho da linguagem verbal, o espelho da alma”, explica Lana.

No ambiente de trabalho essa linguagem silenciosa tem um peso que poucos se dão conta. Só que ela é crucial na ascensão profissional ou mesmo no pedido de um aumento salarial. “Tentar conseguir algum bônus do chefe, por meio de uma postura autoritária e evasiva, pode trazer um resultado desastroso”, exemplifica Ingrid. Dependendo do gesto ou mesmo da postura corporal, o final da conversa pode até resultar em demissão.

Por causa de uma postura corporal inadequada, um funcionário fica até marcado para sempre na empresa. No entanto, não é preciso desespero. Compreender os sinais corporais transmitidos em uma conversa profissional é mais fácil do que se imagina. Um bom treino e observação podem ajudar a melhorar o desempenho no assunto. Um dos pontos básicos é prestar atenção na comunicação verbal e no próprio gestual. É importante ter em mente que as pessoas não se percebem muito e costumam controlar as palavras, esquecendo-se de que o corpo expressa a verdade por si só.

Outro fator importante para evitar gafes corporais é agir sempre da forma mais natural possível. Porém é necessário respeitar a individualidade de cada um. “As pessoas se comportam de formas diferentes quando estão estressadas. Podem ficar de cara fechada ou então caladas. É importante que o outro consiga perceber e respeitar esses momentos. Ao reparar qualquer atitude anormal no colega de trabalho, não se intrometa. A regra geral é usar de bom senso. E a postura é outro aspecto fundamental nas relações, precisando estar naturalmente ereta. Apertar a mão com segurança e olhar nos olhos também são princípios básicos da boa educação corporal.

O PODER DA LINGUAGEM CORPORAL

De 100% do que você fala apenas 7% da sua mensagem são transmitidos para os outros por meio das palavras. Os 38% estão relacionados à entonação do que é dito e os 55% restantes vêm do seu olhar, gestos e postura.
As estatísticas mostram que pessoas que sabem controlar o tom de voz e a linguagem corporal são mais persuasivas no mundo dos negócios. Isso ocorre porque de 60% a 80% da opinião que os outros fazem de você ocorre antes de completados os primeiros quatro minutos de conversa.
Outro fator curioso descoberto pelos pesquisadores Allan e Bárbara Pease é que as mulheres são mais precisas em suas leituras corporais. Elas acertaram em 87% contra os homens com 42%. Isso ocorre porque elas utilizam de 14 a 16 áreas do cérebro para avaliar o comportamento das pessoas, contra quatro a seis áreas no caso dos homens.

O QUE ALGUNS MOVIMENTOS E GESTOS PODEM ESTAR QUERENDO DIZER SOBRE VOCÊ E SUAS INTENÇÕES

*Ausência de movimento indica que uma pessoa está tentando não ser notada, ou está ouvindo e planejando, ou ainda está jogando de forma segura.
*Inclinar-se para frente representa: "Diga-me mais, estou interessado".
* Sentar-se encostado representa: "Deixe-me pensar a respeito, eu posso não estar tão interessado".
*Levantar a cabeça sinaliza interesse e um desejo de ouvir as opiniões dos outros.
*Mãos dobradas no colo ou no estômago é um gesto de proteção.
*Mãos colocadas sobre a mesa diz: "Vamos direto ao assunto".
*Coçar o ouvido na hora de uma conversa pode estar querendo dizer: “Não estou interessado em ouvir mais nada sobre isso”.

COMO ESTÁ SUA COMUNICAÇÃO CORPORAL NA EMPRESA?

Não é tão complicado descobrir como anda sua comunicação não verbal na empresa. A consultora organizacional Lana Barbieri elaborou alguns tópicos que podem ajudá-lo nesse começo.
*Comece um trabalho de autoconhecimento. Descubra o que está verdadeiramente sentindo sobre o assunto, sobre como está vivendo “aquele dia”. Essa é uma maneira de tratar-se com respeito, ser honesto consigo mesmo e com quem se convive.
*Pare um momento e converse consigo mesmo e pergunte-se: quais são as palavras que tenho usado com muita frequência? Elas são agressivas? São receptivas?
*Em seguida, lembre-se das palavras que você tem recebido como respostas. Elas são agressivas? São receptivas?
Seguindo esses passos, certamente, você irá se surpreender com o que vai perceber de você mesmo. E o mais importante é que conseguirá alterar comportamentos, reverter situações e obter maior número de oportunidades.

Com estudo mais aprofundado da técnica de linguagem corporal são identificadas as seguintes características:
Mentira, agressividade, ansiedade, insegurança, tensão, estresse, fadiga, preocupação, tristeza, medo, raiva, impaciência, nervosismo, confiança, desejo de persuadir, empolgação etc.

Fonte de informações:
http://www.revistaenfoque.com.br/index.php?edicao=79&materia=996
Fonte da imagem: http://ahduvido.com.br/linguagem-corporal-aprenda-ver-o-que-as-outras-pessoas-querem-te-dizer

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pelo seu comentário.

Mapa de visitantes.